Resenha: Julieta Imortal

sexta-feira, 4 de maio de 2012

                    Julieta Imortal
 
Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz.

Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e a vida de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano.

Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

Segredos, mistérios e surpresas envolvem este poderoso romance em que o casal mais famoso da literatura mundial tem a chance de contar sua verdadeira história.

 
Minha resenha: O que dizer desse livro? Sem palavras para descrever o meu deslumbramento e admiração. PERFEITO. PERFEITO. PERFEITO. Em todos os sentidos. EU SIMPLESMENTE AMEI CADA LETRA, PALAVRAS, FRASE, PARÁGRAFO, FOLHA, ATÉ OS PONTOS. Rsrs

Julieta Imortal e surpreendente. Há historia inicia falando justamente da Julieta e Romeu os personagem de William Shakespeare, acontece que a historia toma outro rumo, em vez de Romeu e Julieta morrerem em toca do amor, isso não passou de um plano para Romeu ter sua alma imortal. Mais Julieta também se torna imortal.

Por séculos eles lutaram um contra o outro, e Julieta alimentava um ódio mortal por Romeu. Eles voltavam para terra em uma missão, Julieta foi designada para unir almas gêmeas enquanto Romeu tenta fazer um deles matar o outro. Romeu do lado dos Mercenários – do mal – é Julieta com os Embaixadores – do lado do bem.

Só que essa missão e diferente. Julieta se vê sozinha no corpo de Ariel, ela não consegui se comunicar com sua guia, a qual ela chama de Enfermeira. Sem poderes ela terá de ajudar Ariel a se tornar mais sociável e ter uma vida melhor, terá que unir as almas gêmeas e inda lhe dar com Romeu.

Romeu por outro lado também se encontra só e sem poderes, a única certeza que tem e que esse será a ultima missão dos dois. Ele tenta de tudo para conseguir não ser mandado para as trevas.

Julieta tenta descobrir o verdadeiro sentindo de sua missão, dividida entre a vida de Ariel e seus conflitos de Julieta ela se vê sozinha e perdida. Para complicar ainda mais tudo, Julieta – é não Ariel – se apaixona por Ben uma das almas gêmeas que ela deve proteger.

Julieta precisava descobrir um meio de continuar ao seu lado contando apenas com uma certeza: ela amava Ben como nunca amou Romeu na vida.

Vale super a pena ler. Julieta Imortal se tornou um dos meus livros preferidos. Irei lê-lo de novo, provavelmente várias vezes.
Estou ainda completamente encantada com esse livro. Além e claro de conter vários trechos incríveis:

“(...) O amor que sinto me deixar sem ar. É como se eu morresse e renascesse sempre que olho em seus olhos ou passo meus dedos trêmulos por seus cabelos.”
                                                                                                          Pág. 07
“(...) tenho minhas próprias feridas. Mesmo que ninguém veja.”
                                                                                                          Pág. 32

“(...)Para que serve a imortalidade, quando o amor é tão frágil e nenhuma vida humana tão longa?”
                                                                                                           Pág. 84

“– Casados. – soluço ao repetir a palavra.
– Sim. Casados. Por que não? Um dia? – ele segura as minhas mãos e as afasta dos meus olhos. O amor em suas palavras faz uma lágrima rolar em meu rosto. – Eu amo você. Quero fazer tudo com você. Quero me casar com você, ter filhos e envelhecer ao seu lado. E então quero morrer um dia antes de você, para que nunca tenha de viver sem você.”
                                                                                                              Pág. 167

“(...) O amor não quer que as pessoas continuem ignorantes e assustadas. Não coloca a obediência acima de tudo. O amor não juga e acredita que algumas vidas, ou historias de amor, sejam mais valiosas do que outras. O amor não usa as pessoas e as joga fora. Ele é infinito e nos torna pessoas mais fortes, mesmo quando a pessoa que amamos já se foi.”
                                                                                                                  Pág. 219

Vale a pena ler mesmo. Julieta Imortal já se eternizou no meu coração!
Espero que tenham gostado da minha resenha. Comente ai, digam o que acharam do livro. 
Qualquer sugestão e sempre bem-vinda! 
Beijos...

2 comentários:

  1. Boa tarde, tudo bem?
    Entrei para conhecer seu cantinho. Gostei muito de tudo que vi. Parabéns o blog está lindo. Já estou seguindo. Depois passa lá no meu cantinho também, será um prazer, ótima semana pra vc, bjs
    Claudiana
    http://encantosempontocruz-barbie.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que bom que gostou daqui.
      Muito obrigada por seguir meu blog, estou seguindo o seu tbm.
      Bjos...

      Excluir