Resenha: Checho de Anita

sábado, 23 de janeiro de 2016


 Sinopse: ♥ Cartas trocadas. Roubo de identidade ♥



Anita é bookaholics assumida, e essa paixão pelos livros a fez criar o projeto ♥ Literando ♥ o qual realiza pedalando pela ruas da cidade, para transmitir a mensagem de um livro ao seu escolhido. Mas, de repente tudo muda em sua pacata vida ao se apaixonar por alguém que não conhece... Ela quis ser a “Anita de Checho”, e responde às cartas que chegam até ela por um simples erro do endereçador. Ani desafia a família que tenta impedi-la, e foge para São Sebastião a fim de se encontrar com seu futuro amor, vivendo 48 horas como se fossem as últimas. Após seu retorno para casa, algo perturbador a aflige - como fumaça, Checho aparece e desaparece de sua vida, e sua missão agora é descobrir o que de tão estranho acontece, que os impede de ficarem juntos.
Neste romance sobrenatural, carregado de emoções delicadas e amor pelos livros, nascem os sonhos e o desejo de realizá-los. 

Ficha Técnica:
Autor: Adriana Vargas
Título: Checho de Anita
N° de páginas: 250
Editora: Ella
Avaliação Final: 4/5   ♥♥♥♥

Minha resenha: Eu sei que você assim como eu ama livro. Também sei que histórias que possam mostrar esse amor sempre toca a gente. Por isso que Checho de Anita é um baita presente pra que gosta de ler. Quer saber por quê?

Anita é uma típica garota de Campo Grande apaixonada por livros. Ela mora com sua mãe que vive exclusa em seu próprio mundo e seu pai, que faz parte do Exercito e é bastante rígido. Anita divide seu tempo entre ler, tocar violino e praticar o Literando, este projeto tem como objetivo levar a leitura pra outras pessoas. Anita pega sua bicicleta, coloca um livro na cesta, faz quote sobre o livro, coloca uma música no seu celular que tem relação com a história do livro escolhido e pedala pelas ruas de sua cidade procurando por alguém. Quando encontra o escolhido, fala sobre o livro e oferece o mesmo para que a pessoa leia.

Anita não tem amigos, e encontra conforto nas suas leituras já que seus pais são ausentes em sua vida. Porém tudo muda depois que recebe uma carta endereçada para uma Anita de Checho. Mas ela não é a Anita para a qual a carta era destinada, um pequeno erro no endereço fez com que a carta parasse em suas mãos. A partir daí, ela passa a ser essa Anita, mais pelo fato de que ela quer ser. As trocas de cartas são constantes, as juras de amor, a vontade de se encontraram pessoalmente e o amor que começa a surgir entre ambos.


Não suportando mais viver longe um do outro, Anita vai ao encontro de Checho em São Sebastião – ela meio que foge. Porém a realidade é totalmente diferente daquilo que ela imaginava. Checho tem seus segredos, a família dele não aceitou bem Anita e os pais dela logo ficam sabendo onde ela se encontra e em pouco tempo iriam buscá-la. Ela e Checho mal têm tempo de ficarem sozinhos um com outro, de matar a saudade, de conversaram sobre tudo. Mesmo assim, o pouco tempo que ficam juntos já é o suficiente para desflorar de vez esse amor.

Além dos segredos que rondam Checho, os próprios pais de Anita também têm os deles. Ela continua sua vida como era antes, ou melhor, tenta continuar sempre com a esperança de logo ela e Checho poderão ficar juntos de vez sem que mais ninguém interrompa. Com isso, ela tem que ensaiar para uma grande apresentação e é aí que ela e Andreas começam a virar amigos. Ele sempre a olhou de longe nos ensaios, mas nunca tinha tentado uma aproximação.

Podemos dizer que Andreas é um refúgio para Anita, ou melhor, um porto seguro, tendo em vista que ela e Checho ainda não podem ficar juntos. Ele também tem seus segredos, mas ele até que tenta explicar não de uma forma não muito clara para Anita.

As indagações são muitas, as dúvidas também: será que Anita conseguirá ficar com Checho? Será que ela descobrirá toda a verdade que rondam tanto a sua família quanto seu amado? E afinal quem é Andreas?
No meio disso tudo ela ainda tem que pensar em seu futuro, continuar com o projeto Literando, achar um jeito de se encontrar mais vezes com Checho, fazer os pais entender e aceitar sua decisão e por aí vai...

Para quem ainda não leu nenhum livro da Adriana poderá achar a leitura arrastada pelo fato da autora priorizar uma narração mais focada no que acontecem dentro da personagem do que nas descrições que estão a sua volta. Porém isso é que faz toda diferença na história. Por ser ainda praticamente uma menina, Anita se encanta por Checho antes mesmo de conhecê-lo, e isso é fácil da gente se colocar no mesmo lugar que ela devido ao fato de que quem ler muito tem tendência a fantasiar demais. Porém nossa protagonista cresce e essa mudança é nítida. O romance tem uma pegada sobrenatural que me deixou várias vezes tentando adivinhar aonde esse sobrenatural ia se encaixar e aparecer e o que de fato seria esse sobrenatural na história.

Achei os capítulos um pouco grandes, mais isso é coisa minha mesmo. Anita se mostra um pouco chata pelo fato de que ela é muito chorona, mais isso é uma característica da personagem. Nem preciso dizer que amei a capa, assim como a diagramação. Encontrei alguns erros, mas nada que me atrapalhou no decorrer da leitura. Outra coisa que queria destacar são as referências de outros livros que encontramos na história, devido ao projeto Literando.

Enfim, apesar dos pesares, até porque uma história de amor onde os amantes não podem ficar juntos devido a coisas exteriores a eles ser triste, terminei a história com uma sensação muito boa. Não aquela sensação de felicidade, mas uma sensação de acolhimento. Senti-me abraça por todo a amor aos livros que é demostrado. Falando nisso, a Adriana criou um universo muito interessante que tem total relação com os livros – tem que ler pra saber do que estou falando ;)  – que me fascinou. Deveria ter tido um foco maior, eu teria adorado.

Enfim, acho que deu pra captar o que senti ao ler o livro. E recomendo sim, até porque espero que quem o ler se sinta tão acolhida como me senti.

 

Espero que tenham gostado. Um imenso beijo. ♥♥♥

13 comentários:

  1. Não conhecia... a capa é linda mesmo, mas achei a história um pouco confusa, não senti vontade de ler.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo mesmo, principalmente pessoalmente. Sim, é um pouco confuso até porque não temos todas as resposta logo de cara, tem muitos mistério e vamos descobrindo as coisas aos poucos. Por isso que acho que não soube me expressar de uma forma clara. Mesmo assim indico o livro, quem sabe futuramente não o leia?
      Beijos.

      Excluir
  2. Legal ver novos autores brasileiros sendo lançados, espero que faça sucesso. Parabéns pelo blog. Seguindo.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dany!
    Fiquei bastante interessada pelo livro e curiosa pra saber o desenrolar de tudo. Achei um pouco estranho o fato dela começar a responder as cartas como se fosse a Anita de Checho e fugir para encontrá-lo correndo o risco de ser desmascarada... Enfim, só lendo pra saber, né? Se não, vai parecer que estou pedindo spoilers. :)
    Obrigada pela dica!
    Beijão.
    Fê Cardoso
    http://www.baseadoemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dany, estou de volta apenas pra dizer que te indiquei pra uma TAG.
      Beijos!
      http://baseadoemlivros.blogspot.com.br/2016/01/tag-frases-de-mae.html#more

      Excluir
    2. Fica tudo explicadinho depois, não contei porque justamente é spoiler ;)
      E já enfatizo, está mais do que indicado o livro.
      Obrigada por ter me indicado na tag, mas já tinha feito ela, mesmo assim agradeço ;)
      Beijos

      Excluir
  4. Oii, meu blog tem parceria com a autora e estou na espera do livro para poder resenhá-lo também, esta capa me tira o fôlego e fico doida de vontade de ler.

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza irei conferir sua resenha, espero que goste do livro.
      Beijos

      Excluir
  5. Olá,
    Achei a resenha e o livro bem legal, espero que consiga ler esse ano :D
    http://blogmichaelvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;) Espero que goste quando o ler.
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Dany, tudo bem?
    A Adriana Vargas tem um jeito bem peculiar de escrever, e por isso a leitura deve ter sido meio arrastada. Fiquei curiosa sobre os tais mistérios e a possibilidade de algo sobrenatural.
    Beijos.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra quem não é familiarizado deve achar ruim,mas depois que acostuma passar a ler bem rapidamente. Mesmo assim eu gosto da forma como ela escreve, diferente e envolvente.
      Beijos

      Excluir